Alguns posts depois de ter feito a provocação, consigo enfim chegar a pergunta que gostaria de responder: Como obter resultados superiores, contando com um desempenho melhor das equipes, a fim de obter maior ganho da operação, utilizando-se de ferramentas motivacionais associadas a análise dos principais gaps de competências individuais?

Então vamos discutindo isso nos próximos dias…

Passei alguns anos da minha vida dentro de uma empresa multinacional de consultoria onde uma das primeiras coisas que aprendi foi entender o porquê de uma cerca ter sido construída antes de ter o ímpeto de derrubá-la…. Essa verdade me ajudou a ter uma clara visão das circunstâncias que influenciaram as escolhas tomadas.

A confiança pode ser construída, mantida ou restaurada, e envolve habilidades e compromissos, não somente sorte ou entendimento mútuo, como afirma Frumi citando SOLOMON E FLORES (2001). Não acredito que existem atalhos para fazer com que haja verdadeiro engajamento.

E para ser construída, são necessários dois fatores-chave: a individualização e a autoestima.

O efeito que conseguimos quando deixamos claro quais são as metas comportamentais e de desempenho esperadas, associado às expectativas individuais em relação ao desenvolvimento profissional, seja por treinamentos ou capacitações são pontos fundamentais que precisam ser tratados na etapa inicial da conquista da confiança.

Um comportamento comum nas organizações é a acomodação e a transferência dos problemas para a responsabilidade dos gestores. Uma das causas raízes para a acomodação é o que chamei de “Síndrome de vira-latas”. Quando achamos que nosso destino é cruel conosco pura e simplesmente porque nossa origem não é da linhagem nobre.

Isso se reflete na queixa pelo salário, na reclamação pelo cargo, na estagnação no encarreiramento, mas também, na própria imagem refletida de cada um.

Compartilhar as notícias boas também aumenta a nossa sensação de que estamos fazendo as coisas certas, serve tanto para valorizar as conquistas quanto para apresentar os próximos desafios.

*   *   *

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: