050 – O fim do reino do politicamente correto

Se eu tivesse que fazer um só desejo de fim de ano, daqueles que utopicamente acreditamos, o fim do reino do politicamente correto seria minha escolha para 2019. #blogdobubsi

Anúncios
2 comentários

Se eu tivesse que fazer um só desejo de fim de ano, daqueles que utopicamente acreditamos, como a paz mundial, o fim do reino do politicamente correto seria minha escolha para 2019.

A banalização desta expressão que nos torna refém de ideias “progressistas” é o mal do século, é voltar a separar a sociedade de tal forma que precisem cotas ou gatilhos para separar vizinhos de porta. A única justiça social que queremos, é aquela que gera empregos e usa os recursos públicos com sabedoria e zelo.

A verdade sendo desafiada pela lógica irracional do pensamento míope e tendencioso, faz com que acreditemos que, supostamente protegendo minorias, estaríamos valorizando a democracia. Lixo.

A criação de diversos perseguidores e perseguidos só é mais uma manobra pra tentar criar vilões justamente os princípios e valores que tornaram desenvolvidos, civilizados e referência de democracia os países.

Nas empresas esta cultura costuma ser uma bandeira de paz levada pelos RHs ou por quaisquer nome mais chique que usem hoje – Gestão de Talentos, Gestão de Pessoas, e por aí vai… Fica a dica: pessoas não precisam ser protegidas de quaisquer monstro assustador noturno, elas precisam ser desafiadas, encorajadas e acompanhadas para desenvolverem o seu maior potencial. Não importa qual “minoria” pertençam ou qual orientação político-religiosa-sexual-doutrinária-filosófica.

É muito mais fácil acreditarmos em discursos leves, superficiais e até certo ponto bonitos, mas que não se sustentam na segunda página! Fujam disso como quem corre de uma tsunami de asneiras e de populismo.

A movimentação das redes sociais de nicho,  de defesa dos valores, trará de volta a vontade da maioria. E viva a Democracia!

*   *   *

Anúncios

2 comentários em “050 – O fim do reino do politicamente correto”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">