Em um dia como esse, já disse alguma vez, cabem algumas resoluções, que se não são de ano novo, sejam de mundo novo. E que haja espaço em nossas vidas para aplicá-las, se não todas, ao menos as mais relevantes…

Cabe, também, a reflexão de como foi o 2018, quais aprendizados e lições colocamos em nossas sacolas. E, principalmente, o que faremos com eles.

Uma ou outra distração podem, se somadas, perturbar o foco no destino, mas como acredito que a grande jornada traz muito mais prazer em si do que o fim do caminho, apressado e sem sentido. Aproveito os desvios para ver e praticar mais um pouco do escambo, e trago comigo diversos outros personagens que entenderam e me ensinaram muito mais do que tinha imaginado quando comecei. Os desvios são, portanto, oportunidades novas para conectarmos os pontos soltos e inimaginavelmente dispersos.

Hoje sei do fundo do meu coração que ter amigos na jornada conectados por simples gestos ou intenções positivas, me fazem uma pessoa melhor. Meus medos foram se tornando obsoletos e os novos que me chegaram são mais fáceis de suportar com os parceiros na caminhada.

Obrigado aos que me acompanharam até aqui e sintam-se à vontade para navegar no mar de oportunidades.

*   *   *

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: