luz de velas

092 – À luz de velas

Podia ser bem romântico, se não fosse a força das circunstâncias, e o local, e o tema, e o horário e a necessidade de concluir algo antes que o computador fique sem energia no meio do apagão de hoje. #blogdobubsi

Anúncios
Nenhum comentário

Podia ser bem romântico, se não fosse a força das circunstâncias, e o local, e o tema, e o horário e a necessidade de concluir algo antes que o computador fique sem energia no meio do apagão de hoje.

Já estamos quase há quatro horas sem luz e estou testando a capacidade da bateria do meu companheiro de jornadas aguentar o fim da apresentação que tenho por fazer e a conclusão do texto do blog… já que não vai dar tempo de fazer no avião de volta!

Sempre que faltam recursos, ou que o tempo aperta, as soluções ficam mais óbvias ou menos impossíveis. Ficam também assim, à medida que a quantidade de fome aumenta e o nível de cafeína também.

Não importa o tamanho do problema, é só dividi-lo em porções pequenas e possíveis, ou abandoná-lo a sua própria sorte. Depende do seu apetite em enfrentá-lo.

Como dizem, se o problema não tem solução, solucionado está.

O meu limite está claro hoje. Termina quando o nível crítico for atingido. E o limite acalma.

O que for possível será feito, o que não, não. Pronto! Ajuste o planejamento, reorganize as opções e siga o rumo. Ajuste o barco com o vento, mas não perca de vista o alvo.

A menos que você precise mudar o alvo. Se precisar, mude, se não, não!

Venci a batalha do blog, perdi a da apresentação, por hora, mas o almoço e a energia ajudarão a terminar o dia do jeito que preciso, ou então, me ajusto.

Vida que segue!

* * *

085 – Velocidade, eu sou a velocidade

069 – Conhecendo as cercas

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">