top secret

094 – Ser chefe e outros segredos do universo

Um dia eu virei chefe! Confesso que esperava ser ungido ou receber os segredos do universo que faltavam para poder, enfim, usar meus superpoderes.#blogdobubsi

Anúncios
Nenhum comentário

Um dia eu virei chefe! Confesso que esperava ser ungido ou receber os segredos do universo que faltavam para poder, enfim, usar meus superpoderes.

Lógico que a verdade está um pouco distante desta afirmativa mas, para a história, vale o registro de que havia claramente um momento anterior, cheio de expectativas e um choque de realidade posterior, sem um rito de passagem, sem segredos do universo nem superpoderes.

Quando meninos, naturalmente somos criativos, qualquer coisa se torna qualquer outra coisa rapidamente! Aprendemos a socializar, uns mais fáceis que os outros, aprendemos a obedecer e respeitar (às vezes com correção ou castigo mais frequentes). Conseguimos também comemorar pequenas conquistas, facilmente nos envolvemos com algum desafio.

Começamos a andar em grupos por afinidades, a demonstrar interesses e a brigar pelos objetivos com ousadia. Aí vamos crescendo e nos modelando ao desejado pela sociedade, perdendo várias destas boas características infantis.

Eis que chegamos a vida adulta e um cargo de chefia nos é oferecido e pedem todas aquelas características nos foram tomadas até o fim da adolescência.

Precisamos ser criativos, ousados, encarar desafios complexos sem medo, fazermos múltiplas atividades ao mesmo tempo, e ainda liderar um time para que tudo isto aconteça.

Além disso, enquanto estávamos sentados sem uma função de liderança, todas nossas avaliações, assessments e outras formas elegantes de dizer pontos desenvolvimento, sempre apontaram para aquelas coisas que precisávamos ser melhores, e apenas nos elogiavam naquelas que já éramos muito bons.

Romário no gol

Era quase que se obrigássemos o Romário a ir pro gol! Imagino o professor Parreira, na semana anterior à semi-final com a Suécia, chamando o genial baixinho e dito: Romário, chegou o resultado de sua avaliação de desempenho e, embora você tenha feitos muitos gols, tá claro pra mim que você não tem todas as habilidades de goleiro. Você não sabe sair do gol, não tem estatura para ficar embaixo da trave e, com certeza, não é dos mais dedicados no treino.

Vamos focar nestes pontos de desenvolvimento nesta semana! E assim teria ido nosso atacante passado o treinamento inadequado, se desgastado e nunca veríamos o Galvão e o Pelé gritando: É tetra! É tetra!!!

Parece piada, mas quando refletimos como somos cobrados para focar naquilo que não somos bons, ao invés de nos desenvolvermos além do limite o que nos diferencia, e chamamos isso de feedback!

Se for falar então da forma como nosso ensino está estruturado dá vontade de chorar… Se perdem grandes gênios de diversas áreas, para criarem robôs medíocres que tentam se ajustar às 14 ou 15 disciplinas impostas, as quais chamamos de ensino médio. Frustrante!

Não fomos preparados, nem seremos ungidos para assumir o próximo desafio, este papel é de cada um.

Que sua dedicação seja maior que seu sonhos, e os seus sonhos não se limitem às avaliações que te forem impostas, nem aos modelos que existem hoje.

* * *

Para ler mais:

052 – Fique pronto

034 – Atrás das respostas…

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">