140 – Rotinas invisíveis

É assim: quando nos damos conta, já fizemos ou agimos de determinada maneira. Não há tempo nem para o cérebro processar. A resposta está lá, na ponta da língua. #blogdobubsi

Anúncios
Nenhum comentário

É assim: quando nos damos conta, já fizemos ou agimos de determinada maneira. Viva a rotina. Não há tempo nem para o cérebro processar. A resposta está lá, na ponta da língua.

Reproduzimos intuitivamente nossas ações, principalmente as que dão certo. Tirando quando existem patologias e transtornos médicos…

E como alterarmos algo que não entendemos conscientemente? Esta é a pergunta de um milhão de dólares!

Mas acho que esta resposta é fácil. Basta nos concentrarmos nos resultados. Se o resultado não é o que esperávamos, tá na hora de mudar. E a mudança pode ser nas coisas até então imperceptíveis. Seria então muito mais fácil alguma outra fórmula secreta. Mas a mudança que queremos está primeiro em nós mesmos. Foco na rotina e ajuste do que precisa mudar.

Mas em time que está ganhando também se mexe. Quando as coisas estão funcionando, também precisamos refletir e entender como estamos em relação ao processo todo. Então, de uma maneira ou de outra, precisamos ir revendo nossa programação automática para ganhos ainda maiores no futuro. Evoluindo sempre!

E como digo sempre, se fosse fácil, não precisava da gente.

Para ler mais:

104 – Basta de engolir sapos! É melhor beijá-los

107 – O “não” também é resposta!

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">