contrário

166 – Nem sim, nem não, muito pelo contrário

Sabe aquelas vezes que entendemos tudo errado? Nem sim, nem não, muito pelo contrário. Os motivos podem ser variados, desde a desatenção pura, passando pela questão auditiva. #blogdobubsi

Anúncios
Nenhum comentário

Sabe aquelas vezes que entendemos tudo errado? Nem sim, nem não, muito pelo contrário. Os motivos podem ser variados, desde a desatenção pura, passando pela questão auditiva. Além, das vezes em que a comunicação não foi devidamente estabelecida.

Não importa de qual lado da mesa que estávamos, a frustração é igual, mas às vezes, pode aparentar uma insubordinação. Logo que o mal-entendido se resolve, voltamos às origens para entender o que houve.

Quando o processo passa por você ter cometido um erro claro, tudo vira piada depois… Já conheci uma pessoa que pegou o avião errado, o que transformou as vezes que dormi no ônibus e saltei no ponto depois, uma pequena aventura sem graça.

Na esmagadora maioria das vezes, é a tal da comunicação que não funcionou. E aí mora o perigo. Porque achamos que o problema está na outra parte.

Se este também é seu caso, com isso eu confirmo que foi o meu várias vezes, sugiro que avalie se ele acontece com qual frequência e se acontece com interlocutores diferentes.

Isto é melhor que o espelho para apontar quem é o culpado. Feito isto, o caminho pode ser até mais simples do que parece.

Um pouco de organização, registros e cobranças mais claros. Checando a escuta e mantendo todos na mesma página já deve resolver.

Se ainda o problema persistir, resta a solução médica ou a solução bruta.

Para ler mais:

096 – E se tudo der errado?

092 – À luz de velas

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">