privilégios

168 – Privilégios à parte

Sempre me considerei privilegiado. Desde pequeno nunca me faltou nada. Minhas ambições foram empurradas para cima, pelas portas que se abriram de forma muito rápida. #blogdobubsi

Anúncios
um comentário

Sempre me considerei privilegiado. Desde pequeno nunca me faltou nada. Minhas ambições foram empurradas para cima, pelas portas que se abriram de forma muito rápida.

Às vezes não dava tempo nem de imaginar o próximo passo e pronto! Tudo estava disponível ao meu alcance. Meu esforço não foi maior do que outros tantos. nem minhas dores, minhas frustrações são pouquíssimas, passariam desapercebidas na história completa.

Meus dias foram de agradecimento e de aprendizado. A gratidão é o melhor sentimento e o aprendizado, o melhor que podemos fazer por nós mesmos.

Mas tive minha cota de esforço, e não foi pouco. Horas e anos de estudo, centenas de viagens, pressão constante por conclusão no prazo. Quatro hérnias de disco, uma operada, as outras carrego como lembrança dos dias mais difíceis.Alguns (muitos) quilos a mais, olheiras e cabelos brancos.

Mas nada disso importa quando somos gratos. Este é o privilégio! Nada vem de graça, mas sim pela Graça.

Para ler mais:

057 – Espelho, espelho meu…

041 – O tempo e a paciência

Anúncios

1 comentário em “168 – Privilégios à parte”

  1. Você com quilos a mais… não eram sabedoria????? kkkkk
    Cabelos brancos????? Você sempre disse que eram luzes do ofício.
    Na realidade creio que sejam as lembranças das vivências e das superações.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

script async src="//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js">