Skip to content

Mês: maio 2020

182 – Administrando o (e no meio do) caos

Pessoas diferentes, desejos diferentes, expectativas diferentes. Problemas diferentes. Cenários diversos e complexos. Aparentemente tudo caminha pro caos. Se a ordem não é possível, administre o caos. E sobreviva a ele. […]

muito divertido quando contamos o tempo.

181 – Seis meses em cento e oitenta posts

Dezoito meses se passaram. Seis eu conto em posts... Passou voando! É muito divertido quando contamos o tempo. Contabilizamos as vitórias, os momentos felizes, os desafios, as escolhas, as primaveras... E por aí vamos vivendo e contando os dias.

num lugar diferente

180 – Um lugar diferente

Esquisita a sensação de estarmos num lugar diferente, sem rostos conhecidos, sem referências externas, como se tivéssemos acordado na estação errada, num país diferente, com língua esquisita e escrita ininteligível. […]

aquele abraço

179 – Perdendo o que nos faz humanos

Não quero ficar criando teorias para como será nosso mundo pós-2020. Até nem gosto de ficar citando o nome do dito cujo, pra ver se ele esquece da gente e desaparece. Que falta faz o abraço!

o conforto na zona

178 – O conforto na zona

Milhares de pessoas, me incluindo, já falamos das razões para deixarmos no zona de conforto. Pretendo discutir aqui as razões para o conforto na zona.

um pouquinho de cada coisa

177 – Um pouquinho de cada coisa

Um pouquinho de cada coisa - Eu tenho uma coleção de pequenos bonecos que somados devem dar uma grande parte da minha personalidade. Logicamente a caricatura e o exagero fazem parte de todas as boas histórias.

176 – Todo dia um novo dia, de novo

Todo dia um novo dia, de novo - Cada manhã é uma nova oportunidade para agradecer e seguir em frente. Sempre no compasso de cada dia mantendo a disciplina, determinação e foco. Tudo se resume ao ritmo.

175 – Simples. Por que prefiro respostas simples?

175 - Por que prefiro respostas simples? O mundo não vai ser o mesmo, nunca mais mesmo, nunca mais do mesmo. Podem botar a culpa no vírus. Ele tem culpa. Mas pra mim a culpa já estava na nossa frente e não conseguíamos ver.