Skip to content

60 minutos

Você só tem uma hora! Essa frase pode assustar na primeira vez que ouvimos… Significa que a pressão e a expectativa estão diretamente associadas ao tempo e ao resultado.

Significa também que seu futuro naquele teste, projeto ou trabalho também depende da velocidade e ritmo empregado na solução. E no resultado! Pode ser assustador.

Uma hora é tempo mais que suficiente para um monte de coisas. Provavelmente não seria para concluir o pedido impossível. Mas quando você começa a escutar a batida do coração, a adrenalina já está sendo distribuída pelo corpo em uma dose que, se bem empregada, o tempo será seu aliado.

Nunca duvide da sua capacidade de sair do outro lado independente dos meios, objetivos ou obstáculos. Aprenda a administrar o seu super poder neste próximo giro do relógio. Quem masteriza este poder, está pronto pra encarar o lado positivo do stress.

Lógico que nesta hora, muita coisa precisou dar errado, para que você tenha confiança que as próximas deem, na média, resultados bem melhores. Não há frustração, nem inquietação.

Não entenda stress como o limite superior da curva do desespero ou pânico. O stress a que me refiro é um pico numa curva, e deve ser usado com moderação e retornado ao seu status inicial, com o aprendizado e o resultado junto. O outro stress é patologia.

Ou quando vivemos neste status de 60 minutos com o relógio congelado e somos destruídos pela força que nos faria sermos criativos, inventivos e produtivos… Esse stress mata.

Há paz na última gota usada de adrenalina. Curta depois o descanso dos heróis.

Para ler mais:

085 – Velocidade, eu sou a velocidade

083 – A vida nas organizações: Há vida nas organizações?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: