Skip to content

Categoria: reflexões

num lugar diferente

180 – Um lugar diferente

Esquisita a sensação de estarmos num lugar diferente, sem rostos conhecidos, sem referências externas, como se tivéssemos acordado na estação errada, num país diferente, com língua esquisita e escrita ininteligível. […]

aquele abraço

179 – Perdendo o que nos faz humanos

Não quero ficar criando teorias para como será nosso mundo pós-2020. Até nem gosto de ficar citando o nome do dito cujo, pra ver se ele esquece da gente e desaparece. Que falta faz o abraço!

o conforto na zona

178 – O conforto na zona

Milhares de pessoas, me incluindo, já falamos das razões para deixarmos no zona de conforto. Pretendo discutir aqui as razões para o conforto na zona.

um pouquinho de cada coisa

177 – Um pouquinho de cada coisa

Um pouquinho de cada coisa - Eu tenho uma coleção de pequenos bonecos que somados devem dar uma grande parte da minha personalidade. Logicamente a caricatura e o exagero fazem parte de todas as boas histórias.

176 – Todo dia um novo dia, de novo

Todo dia um novo dia, de novo - Cada manhã é uma nova oportunidade para agradecer e seguir em frente. Sempre no compasso de cada dia mantendo a disciplina, determinação e foco. Tudo se resume ao ritmo.

175 – Simples. Por que prefiro respostas simples?

175 - Por que prefiro respostas simples? O mundo não vai ser o mesmo, nunca mais mesmo, nunca mais do mesmo. Podem botar a culpa no vírus. Ele tem culpa. Mas pra mim a culpa já estava na nossa frente e não conseguíamos ver.

174 – Hoje é dia 30

Virei a página de um dia como se fosse um ano. Hoje voltou a ser dia 30. Mas que isso, são quase 30 anos que os dias não são só seus, mas nossos..

outro lado do mundo

172 – Do outro lado do mundo

Sempre quis saber como funcionavam as coisas do outro lado do mundo. Por curiosidade em relação à cultura oriental e seus milhares de anos de civilização. #blogdobubsi

159 – Desafiando o agora

Agora, estou tão acostumado com a adrenalina de acordar, tomar café e escrever, que se eu parar acho que passarei por algum complexo de abstinência. #blogdobubsi

157 – Esperando a esperança

Sabe aquele intervalo de tempo que parece interminável, que começa quando entregamos nossa última gota de suor, ou sangue, e as coisas não dependem mais de nós? #blogdobubsi

154 – Rodando a quilometragem

Entrei nesta história numa terça-feira pela manhã, já era o início do centésimo dia do ano e o mundo não seria mais o mesmo. Parabéns pra mim. #blogdobubsi

151 – Quando a diversão acaba

Quando a diversão acaba, começa a próxima diversão. A vida sem graça é sem graça. Respeito ao luto e a dor, sejam eles quais forem, mas fora isso, divirta-se. #blogdobubsi

150 – Na calada da noite

Sempre fui, desde que tenho lembrança, um entusiasta e otimista por natureza. Os fatos podem até contrariar minhas expectativas, nada abala minha certeza que, em seguida, as coisas se acertam. Nem a calada da noite. #blogdobubsi

148 – Sendo repetitivo sem ser chato

Sem medo de ser repetitivo, vou contando a minha forma de ver a história. E como a história é minha, eu conto do jeito que quiser! Baseada em fatos reais... #blogdobubsi

147 – O primeiro dia do resto de nossas vidas

Hoje começa mais uma daquelas fases que afirmamos ser o início de uma nova era. Onde a oportunidade se encontra com a disposição. E o resultado disto é muito trabalho. É o típico primeiro dia! #blogdobubsi