Quem escreve a história somos nós e se quisermos antecipar o fim, incrementar o meio ou pularmos o início, será feito assim. Talvez ninguém se importe ou perceba, além de você de quem você resolver dar protagonismo ao enredo. As consequências são geradas pelas nossas ações e pelas ingovernabilidades concretas que surgem na jornada. Sempre …

Continue lendo

A lei é falha, frustra, mas tem no seu espírito, a proteção dos direitos fundamentais. O problema é que tem sempre (pelo menos) dois lados para ver o mundo. O lado de quem é protegido pela lei e o outro lado de quem é obrigado a cumprí-la. Sinto que estou sempre do lado que carrega o …

Continue lendo